Paul Ramirez Jonas

VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Jonas Lopes

Como
parte da série de instalações que ocupa o octógono
da Pinacoteca, o hondurenho radicado
em Nova York apresenta um cavalo feito de
cortiça. A obra se inspira numa estátua do imperador
Marco Aurélio, localizada em Roma,
e parte de um princípio de interatividade: a
ideia é que os espectadores escrevam bilhetes
sobre qualquer assunto e preguem no trabalho
de Ramirez Jonas. Também em cartaz
no museu: ✪✪ Arte como Registro, Registro
como Arte (fotos e vídeos). De 18/06/2011 a 04/09/2011.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s