O Poderoso Chefinho

Tipos de Gêneros dramáticos: Animação, Comédia
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

A vida de Tim, de 7 anos, é perfeita. Sua mãe lhe dá bastante atenção e o pai surge como o companheiro ideal para suas aventuras. De imaginação muito fértil, o garotinho acaba numa desventura quando um bebê chega, de surpresa, a sua casa. Seus pais passam a ter olhos apenas para o pequerrucho e Tim, desconsolado, começa a investigar o jeito insólito do irmãozinho. O bebê se veste de terno e gravata, fala às escondidas pelo telefone, gosta de comida japonesa e tem um grupo secreto de amiguinhos igualmente tagarelas. O Poderoso Chefinho parece conter uma única piada. Mas não! Bastante inventivo, o roteiro solta o freio na fantasia e mostra, de forma bem-humorada, de onde “saem” os bebês. Ágil e com piadas de tom politicamente incorreto, a animação não tem contraindicações — deve agradar a crianças a partir dos 5 anos e fazer a cabeça dos adultos. Estreou em 30/3/2017.

    info
  • Direção: Tom McGrath
  • Duração: 97 minutos
  • Recomendação: Livre
  • País: EUA
  • Ano: 2017
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Hugo Dourado Teodoro

    Uma animação bem engraçada e divertida que não foi feita só para crianças. O filme, de forma analógica, a briga do mercado corporativo, como laçar seu cliente e fazer com seu produto seja mais desejado do que o produto concorrente. E também como é a briga interna por posição de destaque dentro de uma empresa. Claro que tudo isso usando uma linguagem infantil, mas com algumas referências que os adultos vão identificar.