publicidade

Resenha por Miguel Barbieri Jr.:

A dupla de diretores dos dois "Adrenalina" (2006 e 2009) e de "Gamer" (2009) está por trás da segunda aventura do personagem dos quadrinhos criado pela Marvel. Isso quer dizer que há mais ação e menos humor se comparado ao episódio original. A plateia anda correspondendo à altura da barulheira: mais de 2 milhões de espectadores bateram ponto nos cinemas, número muuuito superior aos de "O Artista" e "A Invenção de Hugo Cabret", os grandes vencedores do Oscar 2012. Ainda mais canastrão, Nicolas Cage retorna à pele de Johnny Blaze, agora refugiado no Leste Europeu. Para se livrar da maldição que o torna o incendiário Motoqueiro Fantasma, aceita buscar um menino (Fergus Riordan), filho de uma cigana (Violante Placido), para uma seita secreta de monges, liderada pelo sumido ator Christopher Lambert ("Highlander"). Embora o filme seja mais do mesmo, há competentes e aceleradas cenas de perseguição e um bom uso das esplêndidas locações na Capadócia (Turquia). Estreou em 17/02/2012.


publicidade